Pessoa desaparecida: saiba com iniciar as buscas por uma pessoa desaparecida.

Varginews

Comece dentro de casa. Você primeiro precisa identificar se a pessoa desapareceu por conta própria ou foi levada a fazer isso.

Por Daniel Dantas/Jornalista investigativo

As buscas precisam começar dentro de casa, no guarda roupas, armários, redes sociais, depois, por colegas e amigos e, finalmente pelo caminho inverso, claro, isso tudo precisa ser feito na hora em que sentiu falta da pessoa desaparecida.

Desaparecidos

Por definição, desaparecida é aquela pessoa que estava no convívio familiar e oi em algum lugar e, não retornou, não deixou pistas de onde estava em não atende suas ligações ou retorno seu contato, por tanto não confunda, desaparecido com sumido, foragido ou alguém que foi dado em adoção.

Sumido, Foragido ou dado em adoção

Encontrar uma pessoa nessas condições pode ser mais fácil de encontrar do que uma pessoa desaparecida, sem contar que pessoas nessas condições não estão sofrendo alguma ameaça ou correndo algum tipo de risco, são pessoas que nem sabem que estão sendo procuradas, portanto este post não trata deste assunto; isso será para outra ocasião, para buscar pessoas nessas condições ligue para Tel:(35)98711-8556 – Detetive Quental

Primeiros passos para localizar alguém desaparecida

A primeira coisa que precisamos fazer é procurar dentro de casa, quer seja no guarda roupas, cômoda da pessoa que está desaparecida, quer seja no computar, notebook, celular e, se possível nas redes sociais dela.

Uma pessoa que carrega mochila, leva seus pertences pessoais como escova de dente, toalha, agasalho, documentos, etc., pode não estar desaparecida involuntariamente, pode nos parecer que essa pessoa quis desaparecer.

Normalmente essa pessoa não decidiu tudo de última hora, isso já vem acontecendo à algum tempo, quer seja nos cochichos entre irmãos, quer seja às escondidas nas ligações ou até mesmo visitas de amigos, colegas, namorados, etc.

Portanto, se você identificou algum detalhe que possa te fazer pensar que a pessoa foi embora porque quis, então, agora é hora de identificar e contatar amigos, namorado(a), colegas de trabalho, de escola, fuçar nas redes sociais, etc.

Apesar das autoridades entender que uma pessoa é considerada desaparecida entre 24 e 48hs. Se a pessoa em questão for menor de idade, ou maior com problemas psicológicos ou mentais, vale a pena relatar os fatos ás autoridades competente.

Normalmente isso é coisa de jovem, principalmente adolescente que foi obrigado a romper um namoro, perdeu o emprego, etc.

Uma pessoa não vai pessoa que vai em uma balada não leva notebook, toalhas, chinelos, agasalhos, etc., por essa razão aprender a identificar qual era a intensão da pessoa desaparecida mais rápido e assertivamente ajuda nas buscas.

Identificando as intensões

Uma vez que você identificou que a pessoa não desapareceu por que quis, então aqui começa o seu trabalho que deve ser feito de forma planejada entre aqueles que vão compor a equipe de buscas. Assim estabelecer quem vai participar das buscas e, dividir as tarefas são pré requisitos indispensáveis, nesse caso a primeira coisa a fazer é anotar os nomes das pessoas que vão ajudar, marcar seus telefones e, estabelecer uma perímetro de buscas além dos locais onde irão fazer tais buscas.

Por fim, depois disso tudo ficar acertado todos devem marcar onde foram, com quem falaram e o que descobriram.

Prestação de contas

A equipe que vai fazer as buscas precisa ser coordenada e, precisa ser prestar contas de suas ações, quer seja via telefone, quer seja presencial. O ideal é que seja de forma presencial, pois assim as informações serão mais valiosas e proveitosas.

Isso deve ser tudo anotado para que as buscas se dão pelo mesmo local por várias pessoas, nos mesmos lugares, atrasando a equipe.

Maiores informações assista nosso vídeo no Youtube onde falamos com mais clareza e propriedade sobre esse tipo de busca, clicando aqui!

Contacts:
Posted by: varginha on

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.