• seg. mar 4th, 2024

Guia comercial de Varginha

Neste site você encontra lojas, prestadores de serviços, academias, profissionais liberais, farmácias de plantão e imóveis para locação ou venda.

A lei 13.432/201:detetive particular em "Como faço para contratar um detetive particular."

Se você quer contratar um detetive particular deve estar problemas, logo a pergunta “Como eu faço para contratar um detetive particular?” é pertinente.

A Brz empreendimentos está lançando neste sábado(2) mais um empreendimento na cidade, são 2 dormitórios pelo MCMV.

Apartamento com 2 dormitórios

Ideal para casais sem filhos, investidores ou família pequena, por ser apenas dois dormitórios, uma apartamento com 48 m², famílias com até 2 filhos.

Se você está em busca do seu primeiro imóvel, é morador de Varginha, tem renda familiar, bruta total de até R$3.200,00 essa é sua oportunidade para sair do aluguel.

Hoje, com imóvel para alugar ficando cada vez mais escasso, fazendo com que os preços dos aluguéis ficam cada vez mais fora da realidade.

O valor da prestação junto à Caixa Econômica Federal é mais barato do que muitos aluguéis, sem contar que no aluguel o imóvel pertence ao outros.

Já, na prestação da casa própria você está investindo em moradia própria, construindo patrimônio, embora no começo vai exigir um pouco de sacrifício de toda a família, em dois ou três anos tudo muda.

Muda porque o valor da prestação continua a mesma, já o seu salário anualmente sofre aumentos e, esse aumento acumulado em 3 anos acaba que fazendo com que a prestação se torne mais suave.

Por Daniel Dantas/Semanário Brasil de Jornalismo/Tribuna Líder.

A lei 13.432/2017, Lei que foi sancionada pelo então presidente Michel Temer (MDB)São Paulo tinha como principal objetivo regulamentar a profissão, trazer maiores conhecimentos a categoria, dar maiores poderes ao profissional de investigação, entretanto ela desmistificou a profissão e a deixou acessível, possibilitando a qualquer pessoa se tornar um Detetive Particular.

Por um lado foi muito bom, afinal, detetive não é polícia e, mesmo recebendo uma carga horária de 600 horas não seria suficiente para tornar uma pessoa detentora de capacidade e habilidades na área da investigação para tratar de assuntos que nem mesmo os mais experientes policiais conseguem resolver sem apoio logístico, de equipamentos e humano, quem dirá nós detetives que trabalhamos na maioria dos casos de maneira solo e, com recursos escassos, salvo raras exceções, por isso a pergunta do título “Como eu faço para contratar um detetive particular?” é de suma importância.

Como eu faço para contratar um detetive particular?

Para saber o que fazer para contratar um detetive particular hoje você pode fazer como fazem os empresários e as empresas antes de contratar um fornecedor, um prestador de serviços: pedir um currículo, referências, checar informações e para isso existem sites como o reclame aqui, o site do detetive e as redes sociais, o canal no Youtube, ou esse aqui, que vão te dizer se existe alguma reclamação contra o escritório, a agência ou contra o detetive particular em questão.

Outra forma é puxar informações dele no site do tribunal de justiça do estado do detetive.

Quem vai contratar um detetive particular ou outro profissional que vai ter acesso ao interior de nossa casa, de nossa empresa, acesso a nossa família, precisa ser sim investigado antes de ser contratado para passa a conhecer de nossa intimidade e, isso é fácil de ser feito e rápido, veja o que diz o artigo 6º da Lei 13.432;2017: Em razão da natureza reservada de suas atividades, o detetive particular, no desempenho da profissão, deve agir com técnica, legalidade, honestidade, discrição, zelo e apreço pela verdade, logo só vamos saber quem é a pessoa se perguntarmos, então precisamos sair por ai fazendo perguntas e, a quem perguntar, a policia civil, a justiça, ao Procon, redes sociais, no site da justiça ou da policia você inserindo os dados da pessoa você vai conseguir um atestado de antecedentes criminais.

Contrato Particular de Prestação de Serviço

Apesar da Lei que regulamentou a profissão do detetive particular, Lei 13.432;2017 retirar todo e qualquer impedimento, ela afirma que o profissional de investigação precisa criar um contrato de trabalho, no artigo 7º da referida lei diz o seguinte: Art. 7º O detetive particular é obrigado a registrar em instrumento escrito a prestação de seus serviços e, no artigo 8º diz o seguinte: Art. 8º O contrato de prestação de serviços do detetive particular conterá:

I – qualificação completa das partes contratantes;

II – prazo de vigência;

III – natureza do serviço;

IV – relação de documentos e dados fornecidos pelo contratante;

V – local em que será prestado o serviço;

VI – estipulação dos honorários e sua forma de pagamento.

Parágrafo único. É facultada às partes a estipulação de seguro de vida em favor do detetive particular, que indicará os beneficiários, quando a atividade envolver risco de morte, baixe a lei em “pdf” aqui.

file:///C:/Users/andre/Downloads/lei%2014.432.pdf

Então agora você sabe o que fazer antes de contratar um detetive particular, claro que isso não vai garantir o caráter da pessoa, nem mesmo o profissionalismo, mais vai ajudar a saber com quem está lidando, por isso eu sempre digo que a pergunta: “Como eu faço para contratar um detetive particular?” é pertinente, boa sorte.

By Daniel Dantas

Guia comercial de Varginha é um guia de negócios e notícias em Varginha.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *